Coaching – conduzindo a uma Vida com significado

IMG_5978.JPG

Em um mundo cada vez mais acelerado a capacidade de decidir como aproveitar o tempo fará diferença em nossa Qualidade de Vida. Mas como priorizar o que é realmente importante? Esta resposta só pode ser (re)conhecida por cada pessoa, e existe uma metodologia de trabalho que ajuda a mapear nossas vocações, definir objetivos e agir: o Coaching.

road

Apesar do nome pomposo e do boom de stand up coaches surgido nos últimos anos, o Coaching já existe há muitos séculos: ainda na Grécia Antiga, o filósofo Sócrates, por meio de perguntas, fazia com que seus discípulos interpretassem os aspectos de um desafio e ampliassem o seu conhecimento sobre a situação. O termo Coaching vem do inglês medieval coche e do moderno coach – carruagem. Desta analogia vem o conceito de condução. A tradução literal do termo para a língua portuguesa é treinamento, mas o Coaching não treina as pessoas, já que apoia as pessoas a utilizarem melhor os recursos que já possuem. Sendo assim, o conceito que mais se aproxima desta metodologia é a facilitação.

Denomina-se coachee o cliente que participa do Coaching. Para que esse processo tenha resultados efetivos, é fundamental que o cliente do trabalho se perceba como responsável pelo seu próprio sucesso e se comprometa durante os encontros do projeto. Por isso é fundamental experimentar novos comportamentos e ter a abertura para dar e receber feedbacks sobre os avanços obtidos.

liberdade

O Coaching possui uma abordagem alinhada com  a Psicologia Positiva e não foca em buscar causas e traumas no passado. Em vez disso, buscamos momentos de ótima performance que todos já tivemos, para então ancorar bons resultados no futuro. No Coaching o foco está na geração de ações de alto impacto que permitam o alcance de metas claras, com valores e datas de alcance. Benjamin Schianberg afirma: “O segredo não é descobrir o que as pessoas escondem, e sim entender o que elas mostram.” O coach pode trabalhar com um cliente que já tenha uma vida equilibrada, mas que queira torná-la ainda mais significativa.

O Coaching não é sinônimo de treinamento, mentoring ou consultoria. Estes serviços envolvem a transferência de habilidades e conhecimentos para o cliente. O professor, mentor e o consultor são especialistas no assunto. No Coaching isso não é necessário, já que o coach não precisa ser um especialista na questão que o cliente almeja resolver. A expertise do coach é uma metodologia para apoiar o cliente a alcançar sua meta. Na recente pesquisa How executives grow, da empresa de Consultoria McKinsey, foi evidenciado que a maioria das organizações é deficiente no treinamento de competências de seus executivos, pois foca muito mais em aspectos técnicos e gerenciais do que no desenvolvimento de atitudes.

todayEm suma, o Coaching não oferece as respostas, mas proporciona as perguntas certas que fará o cliente avançar. Galileu certa vez afirmou: “Você não pode ensinar algo a um homem. Você pode somente ajudá-lo a (re)conhecer.” Utilizando seus próprios conhecimentos, o coachee desenvolve a capacidade associativa, otimizando recursos na estruturação de seu raciocínio e intuição. As vantagens de o cliente buscar por si mesmo as respostas, em vez de receber dicas como no aconselhamento, é que as respostas são dele, criando muito mais engajamento para colocar as ideias em prática. A sabedoria popular diz que as pessoas precisam mais ser lembradas daquilo que já sabem do que ensinadas.

Todos nós já sabemos muito mais do que imaginamos, cabe a nós a responsabilidade de descobrirmos, aproveitarmos o potencial que já possuímos e usarmos nossas capacidades frente às dificuldades. O Coaching não cria dependência, pois o propósito maior desse tipo de trabalho é que o cliente seja autônomo e alcance o que quer, sendo o único responsável pelos resultados advindos. Metaforicamente falando, o Coach é um “soprador de brasas”, nutrindo os talentos que o coachee já possui porém muitas vezes desconhece.

resiliencia

O Coaching está obtendo crescente aceitação no meio empresarial porque é um dos investimentos de Desenvolvimento Organizacional mais atrativos na relação custo-benefício. Um bom trabalho de Coaching é necessariamente focado em RESULTADO, seja para o indivíduo ou para a organização que o contrata. O Coaching também demonstra o compromisso das empresas com seu capital humano, e influencia na diminuição dos custos do recrutamento, retreinamento e desligamento. A fim de mensurar a atratividade de programas de Coaching, uma empresa incluída na lista da Fortune 500 publicou recentemente um estudo buscando calcular o ROI (Retorno sobre o Investimento) de um programa de Coaching de executivos em diversas empresas. O resultado foi um retorno financeiro médio 7 (SETE) vezes maior sobre o valor investido no Coaching, sendo que mais de 25% das empresas analisadas apresentou ROI de 10 a 49 vezes o valor investido no Coaching. As principais fontes geradoras de valor foram: melhoria no relacionamento entre subordinados diretos (77% dos respondentes), melhoria no trabalho em equipe (67%), melhoria no relacionamento com pares (63%), aumento da satisfação no trabalho (61%),  aumento de produtividade (53%), redução de conflitos (52%), aumento da qualidade (48%), melhoria na organização (48%), aumento do comprometimento com a organização (44%), melhoria no atendimento ao cliente (39%), aumento do engajamento dos executivos que receberam Coaching (32%) e finalmente a redução de custos (23%). Outro estudo feito pela Xerox concluiu que, na ausência de acompanhamento de Coaching, 87% das habilidades aprendidas em um treinamento tradicional eram perdidas. Mesmo que o treinamento seja de alta qualidade, sua efetividade no longo prazo fica comprometida na ausência de um programa efetivo de acompanhamento através do Coaching. Para conhecer mais pesquisas sobre o retorno do investimento (ROI) do Coaching eu recomendo a leitura do relatório da Start up Happiness, que apoia empreendedores e fundadores de negócios a prosperar.

coaching

Segundo a Infinita Research, das 22 milhões de pequenas empresas americanas, 22% utilizam o Coaching e a tendência é o aumento da adesão a uma taxa anual de 50%. Segundo a Market Data Report, atualmente 40 mil executivos trabalham com o apoio de coaches nos Estados Unidos. Na Inglaterra o cenário é ainda mais próspero: segundo a Bristol University, 88% das organizações já contam com o apoio do Coaching no seu dia a dia. Comercialmente esse é um mercado de negócios também muito favorável. A Revista The Economist aponta a indústria do Coaching como uma das mais atraentes do mercado, com crescimento a taxa de 40% ao ano.

Existem diversos tipos de Coaching, o que muda são os propósitos do cliente. Os modelos mais comuns são:

1. Coaching de Vida – lida com todos os aspectos da Vida do cliente, sejam pessoais ou profissionais, na saúde ou nos relacionamentos. Muitas vezes os coaches de Vida, ou Life Coaches, ajudarão um cliente no seu trabalho, porque o seu trabalho é uma parte importante da sua Vida, mas não se concentram totalmente no trabalho. Um coach de Vida é treinado para lidar com todos os aspectos da Vida do cliente.

2. Coaching de Carreira – focado em profissionais que busquem planejar a sua carreira e encontrar uma posição de acordo com o seus propósitos de Vida. Apoia as pessoas que querem encontrar um trabalho, mudar de carreira ou voltar ao mercado de trabalho. Esse tipo de trabalho é muito indicado para profissionais em início ou transição de carreira, como os jovens ou pessoas insatisfeitas com suas profissões. Planejar o seu sonho e a partir dele escolher qual faculdade ou trabalho em que irá atuar aumenta as chances de sucesso de qualquer profissional. O processo envolve o uso de diversas ferramentas de assessment de talentos. A partir desse Coaching o cliente tem a oportunidade de definir o melhor perfil de projeto ou negócio em que pode prosperar e gerar soluções ganha-ganha para todos.

3. Coaching Executivo – focado em executivos e profissionais liberais que queiram melhorar sua liderança e efetividade na tomada de decisões. O Coaching Executivo é praticado por mais de 60% dos Presidentes das Maiores Empresas dos EUA, segundo dados da Revista Fortune 500, e é apontado por especialistas em gestão com uma das mais importantes ferramentas para desenvolvimento de carreiras.

4. Coaching de Negócios – esse projeto é orientado para pessoas que queiram transformar os seus propósitos de Vida em um negócio ou projeto pessoal com a sua autoria. É norteado pelos valores e talentos da história de sucesso do empreendedor, e é recomendado para profissionais que já tenham obtido um histórico de conquistas e transformações em suas Vidas ou posições de destaque em outros negócios.

A operacionalização do Coaching é decidida entre o Coach e o cliente. Ambos decidem em conjunto o número de sessões, o valor do serviço e o local onde elas serão feitas (presencialmente, por telefone ou skype). Cada coach sugerirá um contrato de trabalho diferente, de acordo com o propósito do cliente. O investimento no trabalho depende da especialidade e experiência do coach. Para contratar um coach recomendo a pesquisa de profissional com resultados comprovados. Mas o principal, acima de tudo, é a empatia que o cliente e o coach desenvolverão entre si. Confiar no seu coach é um ingrediente fundamental para o êxito do processo.

voo

Bora?

Na essência, o trabalho de Coaching contribui para que conquistemos nossas metas, em busca do nosso sonho, o que tornará menores os obstáculos com os quais nos defrontamos. E você, quer encarar a sua Vida de frente e fazer dela uma experiência significativa? Tudo começa com um primeiro passo.

André Luiz Dametto apoia pessoas a transformar vocações em conquistas

Sobre André Luiz Dametto

Apaixonado por aprender e criar. Às vezes professor e consultor, outras artista ou flâneur, mas livre, sempre..
Esse post foi publicado em Coaching, Educação, Equilíbrio Pessoal e Profissional, Essência da Vida, Gestão, Prosperidade, Qualidade de Vida, Talento e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s