Casa de ferreiro, espeto de quê? Uma visão crítica sobre a busca do equilíbrio

img_5810

Quem me conhece sabe que há tempos eu defendo a visão do equilíbrio pessoal e profissional pro sucesso de pessoas e organizações. Algo que aprendi é que mais que uma cartilha de regras, esse equilíbrio é uma percepção individual e que deve estar alinhada com os nossos valores. Sendo assim não existe uma conta matemática de quantidade ideal de horas de trabalho, dedicação à família ou ao lazer. A palavra chave é autoconhecimento.

Provavelmente você já conheceu um médico que todo dia fuma um maço de cigarro, um psicólogo eternamente depressivo ou um economista cheio de dívidas. É fato: muita gente não aplica na própria Vida o que vende pros outros. Falta de profissionalismo? Autossabotagem? Ou quem sabe um meio de não se tornar escravo do trabalho?

Cada caso é um caso, mas uma coisa é certa: como seria chata a vida de um ferreiro cercado de ferro por todos os lados? Além disso, somos mais hábeis em ajudar os outros do que a nós mesmos em nossos próprios talentos. Um exímio cirurgião oftamologista, por exemplo, nunca conseguirá operar com maestria a si mesmo.

ops

Nossa mas como fala de trabalho…

No outro extremo, existem também aquelas pessoas viciadas em trabalho, que até em um encontro informal parecem estar em uma reunião, geralmente usando terminologias que só elas entendem. Uma pessoa que segue à risca sua cartilha profissional em todos os momentos da Vida está condenada a uma prisão que a impede de viver o ócio, ter novas ideias, e assim, até produzir melhor para seus clientes no futuro.

PrintMuitas empresas já perceberam os ganhos que este “pensar fora da casca” proporciona, uma vez que é se desligando das rotinas do dia a dia que ficamos mais criativos, gerando novos produtos e formas melhores de trabalhar. Já existem inclusive empresas de ponta liberando seus profissionais para usarem algumas horas da agenda pra empreender novos projetos pessoais ou profissionais, como a Google. Mas aqui a dica é criar bons acordos, pois inovação e criatividade dependem tanto de inspiração quanto de execução. Por isso essas empresas criam comitês de inovação, definem metas e acompanham resultados.

P

protagonismo.jpg

A busca por esse equilíbrio começa com uma decisão pessoal de “bater o seu relógio de ponto interior”, permitindo tirar o uniforme psicológico que nos prende às convenções das profissões, e identificando um caminho do meio entre trabalho e vivências pessoais. Esse equilíbrio nada tem a ver com os extremismos insustentáveis dos médicos, psicólogos e economistas citados no início do artigo.

Uma pausa na rotina pode proporcionar mais autoconhecimento e possibilitar a mudança de comportamentos sabotadores até então nunca percebidos. Como resultado dessa jornada, são notórios os ganhos em Qualidade de Vida e produtividade no trabalho.

Assim, esses profissionais cuidarão também de suas próprias Vidas e até ficarão mais potentes pra apoiar seus clientes. É fato que cometeremos falhas no nosso dia a dia. Reconhecer nossos valores e priorizá-los na tomada de decisão é um dos fatores chaves pra uma Vida mais significativa. E aí, como está a sua percepção de equilíbrio? Existe um caminho todo seu e ele é possível, busque sua essência!

André Luiz Dametto apoia pessoas a transformar vocações em conquistas 

Sobre André Luiz Dametto

Apaixonado por aprender e criar. Às vezes professor e consultor, outras artista ou flâneur, mas livre, sempre..
Esse post foi publicado em Coaching, Educação, Equilíbrio Pessoal e Profissional, Essência da Vida, Gestão, Pensamentos, Prosperidade, Sei lá, Talento e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s