South Beach: voce vai ver e ser visto!

               

A impressão que tive em South Beach, uma ilha de Miami que por si so vale a viagem, eh de que o verbo aparentar eh conjugado em todos os tempos possíveis. Vamos começar com um pouquinho de historia: anos 1920-1930, aquela crise economica desolando os americanos, uma grande depressão generalizada, e como a industria de remédios ainda não tinha inventando tantas pílulas como as de hoje, a inteligentzia americana logo tratou de criar um paraíso dentro dos EUA para criar um ambiente de renascimento. Melhor lugar que Miami, im-pos-si-vel! Muito sol, uma miscinegacao de culturas deliciosa, aqui se vê de tudo meeesmo, como falei português por aqui alias. Para dar um banho de loja na cidade sem gastar muito, nada melhor do que a arquitetura art deco, que eh barata e hiper funcional. Suas linhas retas e cantos arredondados facilitavam as construções, e tambem a circulação de ar, afinal de contas, não havia havia ar condicionado e o calor eh equatorial. Enquanto o calor de Las Vegas gera nas pessoas um estado de delírio, em Miami o estado eh de excitação. Fiquei sabendo que muitos americanos escolhem esta cidade para curtir a aposentadoria, clima quente faz bem para os ossos e ambiente iluminado ajuda a curar depressao. Este blog também eh cultura! Logo Miami foi atraindo cada vez mais turistas, e como toda cidade portuária que se preza, alem de todos os tipos de pessoas, chegavam os mais diversos tipos de produto por aqui: eletrônicos, roupas, bebidas, comidas, uma infinidade de coisas que tornam Miami um grande shopping a céu aberto. As lojas praticamente não fecham, e em pleno mês de outubro, época de baixa por aqui, os lojistas quase o puxam pelo braco pra vc levar alguma coisa. Esta diversidade fez com que Miami se tornasse uma cidade extremamente visual, colorida. Rola muito neon, luzes piscando. Tudo eh muito estético: as pessoas, as roupas, as comidas, a arquitetura, a arte, sim a arte. Percebi que para fazer sucesso por aqui o artista tem que dar um jeito de fazer sua obra “dar um grito”. Eu elegeria nosso conterrâneo Romero Britto como um ícone para explicar a arte que prospera em Miami: cores fortes, imagens alegres, um certo descompromisso com qualquer reflexão mais profunda, algo para ser rapidamente entendido e incorporado no seu living. Definitivamente o impressionismo não teria nascido por aqui. Depois de cinco cidades fica nítido como o americano “toca a Vida”, foca no produzir, consumir, no pensar pra frente, no que da certo, não rola muita reflexão. Como tudo na Vida, ha o lado bom e o lado ruim. O que extraio de positivo do mindset americano eh o seu foco no que da certo, no pensamento abundante. Com doses de equilíbrio na reflexão creio que chegamos no ponto certo… Enfim, voltando! Nesta de linha de aparecer mais do que o outro, vemos muita gente bonita (ou trabalhada), altas producoes, cada hotel mais magnífico do que o outro. Os lobbies mais criativos dos EUA ate agora: destaco os hotéis Delano e Victor. U-ma-gra-ca! E finalmente encontrei bons clubs, ufa! Ate então so consegui ir em clubs engraçadinhos mas sem energia. Miami sabe fazer festa igual brasileiro, as festas não tem hora pra acabar, e as boates daqui causam em termos de deco, temos a aprender com eles. Cada arquitetura q so vendo. Destaque para o globo giratório da Click q mudava de cor e a passarela de desfile com um poste de pole dance no meio da boate para quem quisesse brincar de anjo da Victoria Secrets. Alias, como vi mulher dando bafao na pista, a-do-ro. Mas o que me marcou mesmo aqui em Miami foram as avenidas Ocean Drive e Lincoln Road, onde o hit era desfilar o modelito que vc comprou nos mil e um outlets espalhados. Nessa hora, muito conhecimento de moda: a chance de vc comprar uma roupa nada a ver eh alta. A moda masculina aqui valoriza uma camisa cheia de estampas, grafismos, brilhos, que somados aos cintos de fivelas imensas e os sapatos a la cowboy com Svarovsky no bico fino, deixa vc parecendo uma drag queen na metade do caminho. Já as mulheres, quanto mais vaporoso e fluorescente o outfit, melhor. Por aqui chamam de sparkling style. A impressao que me deu eh que em época de vacas magras os vendedores querem empurrar o que for para o cliente desavisado. Na linha comparação, Miami eh suuuuuuuper Ipanema. A galera que mora por aqui eh bem estilo carioca. Primeiro, rola um certo carão para se mostrar diferenciado num mar de beldades, mas depois quando você conhece um pouco o povo rola um entrosamento que funciona bem ate a pagina 4. Em termos de turistas rola bastante diversidade: new rich, globetrotters, intelectuais, mas a grande massa eh de wanna be, sem muita cultura, educacao e conhecimento de historia. Enquanto as mocinhas do catwalk de Los Angeles pelo menos entendiam de produção de moda, em Miami vi muita gente afetada, preconceituosa e incomodada com a diferença. Enfim, aceitemos os mesmos para não incorrer no mesmo erro. Alguns amigos escreveram preocupados, e aqui faço uma ressalva: a viagem esta valendo muuuuuito a pena. Meus relatos ora mal humorados, ora sarcásticos, são apenas uma válvula de escape. Mas eh legal ver que quando eu falo isso tudo para alguns americanos eles entendem meu ponto de vista e ate concordam, principalmente com o conceito de bolha que mencionei nos outros posts. Com certeza a viagem esta valendo a pena, como qualquer viagem valeria, pois nos proporciona conhecer novas pessoas, lugares, cheiros, gostos, enfim, Vida! Falando em gosto, o sabor de Miami realmente eh tutti-fruti, mais especificamente Passionberry Twist. Bjs em neon azul ciano, Andre Dametto

Sobre André Luiz Dametto

Apaixonado por aprender e criar. Às vezes professor e consultor, outras artista ou flâneur, mas livre, sempre..
Esse post foi publicado em Minhas histórias, Prosperidade e marcado , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para South Beach: voce vai ver e ser visto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s