Amor, arte e equilíbrio

               

O mais interessante na busca do equilíbrio é o constante defrontar-se com o desequilíbrio, dado que a sua ausência implica a própria morte, isso em qualquer sistema (pessoas, famílias, empresas, países). A melhor metáfora é a do eletrocardiograma, onde o estado ideal é uma variação controlada. A falta da mesma (seguida daquele barulho piiiiiiiiiiii) significa que o corpo físico já não responde mais, assim como o excesso da variação indica algum estado alterado. Sendo assim, viver em equilíbrio é aceitar as instabilidades naturais da Vida, controlando as faltas e excesso, e para qualquer coisa: amor, ódio, paz, guerra, saúde, doença, enfim, tudo tem a sua função. Quando algum desequilíbrio aparecer na sua Vida, na forma de doença, ou conflito, experimente perguntar a si mesmo: O que a Vida quer me mostrar com isso? Qual a função deste desequilíbrio? Acredito que tudo pode ser encarado desta forma didática.

Bem, e as artes? E o amor? O que isso tem a ver com o equilíbrio? Pois bem, uma das minhas viagens interiores atuais está girando em torno destes temas. Primeiramente as artes: um dos frutos da recente viagem exterior que fiz recentemente foi um reencontro com algumas emoções bem fortes, canalizadas pelas artes. Voltei pro Rio com uma vontade imensa de "ser artista", colocar arte na minha Vida. Inicialmente usei um pensamento meio cartesiano, achando que onde estou hoje (consultoria, business, ensino) é um pólo, e as artes seriam um outro pólo. Eis aqui uma armadilha. Se estudarmos o conceito de arte, ela pode ser entendida como o produto ou processo em que o conhecimento é usado para realizar determinadas habilidades. Neste sentido, viver, conhecer, trabalhar já seriam arte. Há quem fale que tudo na Vida é arte, sendo mais fácil conceituar então o que seria o artista. Tomo licença e ouso dizer que arte é sim qualquer processo e/ou produto do ser humano, mas feito com o pensar e o sentir, equilibrados, pra mim este é o conceito de arte que quero buscar.

Neste sentido, não preciso achar que estou diametralmente oposto às artes, pois nas consultorias, nos treinamentos e até mesmo no coaching há sim muita arte, canalizadas pelo verdadeiro desejo de ver o cliente obter seu resultado (um certo amor por ele), de ser criativo nas metodologias, e de equilibrar pessoa e profissional no trabalho. Confesso que esta nova percepção me despertou uma motivação bem interessante, e quis compartilhar isso: busquem reconhecer um quê de arte no seu trabalho. Sim, é possível, e ouso dizer que todos nós temos um artista doido para externalizar seus conhecimentos e conflitos, experimenta um pouquinho, de leve, você vai se surpreender.

Ainda falando de equilíbrio, gosto muito de pensar no mesmo através de uma pirâmide de cinco níveis: físico, energético, astral, mental e espiritual. Muitas vezes priorizamos um destes níveis e esquecemos dos outros, e a corda arrebenta no lado mais fraco, vale a pena doar um pouco de dedicação para os outros ‘níveis. Sendo assim, recomendo uma boa atividade física (joga serotonina no google), um equilíbrio energético (joga reiki, feng shui, sal grosso, incenso, arruda no google, no corpo e na casa), astral (uma boa terapia, experimente, há vários tipos), mental (estude, sim, pesquise, duvide das teorias pré-estabelcidas, teste hipóteses, experimente, falta de conhecimento desmotiva e muitas vezes é a causa de nossas dores), e finalmente e muito importante, o espiritual (conecte-se com o todo, com o seu Eu Superior, você pode chamar de Deus, de Maomé, de Buda, você escolhe. Bem, eu chamo isso tudo de Vida.

André Dametto

Sobre André Luiz Dametto

Apaixonado por aprender e criar. Às vezes professor e consultor, outras artista ou flâneur, mas livre, sempre..
Esse post foi publicado em Sei lá. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s