A sabedoria das estações

Primavera chegando, a gente torcendo pra esse frio passar, e fica a mensagem do reflorescimento, do nascimento de quem somos em essência, da retirada das máscaras, cobertas e tantos casacos que nos trancam. O frio pede para refletirmos, mas a primavera pede para agirmos.

Esse tempo frio nos convida à reflexão e nos pede que nos voltemos mais ‘para dentro’. É um período ideal para começar um curso de meditação, por exemplo! Podemos fazer uma pausa que irá preparar nosso futuro desabrochar, pensando na morte e no renascimento, por exemplo… porém, não somente a morte física, mas também a morte simbólica. De fato, o grão de trigo plantado no outono, após o descanso do inverno, renasce como planta na primavera, e, para tanto, morre como semente. Ele sofreu uma transformação. Deu início a uma nova vida (Marraccinni, 2005).

Uma mensagem de carinho, e o convite para que juntos façamos a nossa parte. Segue uma mensagem muito legal sobre a importância de entendermos que somos primavera, verão, outono e inverno, e em cada estação cabe entendermos quem somos naquele aspecto, e aceitarmos, como parte de um grande Todo.

Ciência, é o conhecimento organizado; Sabedoria é a vida organizada… As imagens que seguem são do mesmo local, porém em estações diferentes!!!

Um homem tinha quatro filhos. Ele queria que seus filhos aprendessem a não julgar as coisas de modo apressado, por isso, ele mandou cada um em uma viagem, para observar uma Pereira que estava plantada em um distante local. O primeiro filho foi lá no Inverno, o segundo na Primavera, o terceiro no Verão, e o quarto e mais jovem, no Outono. Quando todos eles partiram, e retornaram, ele os reuniu, e pediu que cada um descrevesse o que tinham visto.

               

O primeiro filho disse que a árvore era feia, torta e retorcida.

              

O segundo filho disse que não, que ela era recoberta de botões verdes, e cheia de promessas.

               

O terceiro filho discordou; disse que ela estava coberta de flores, que tinham um cheiro tão doce e eram tão bonitas, que ele arriscaria dizer que eram a coisa mais graciosa que ele jamais tinha visto.

              

O último filho discordou de todos eles; ele disse que a árvore estava carregada e arqueada, cheia de frutas, vida e promessas…

O homem então explicou a seus filhos que todos eles estavam certos, porque eles haviam visto apenas uma estação da vida da árvore… Ele falou que não se pode julgar uma árvore, ou uma pessoa, por apenas uma estação, e que a essência de quem eles são, e o prazer, a alegria e o amor que vêm daquela vida podem apenas ser medidos ao final, quando todas as estações estão completas.

Se voce desistir quando for Inverno, voce perder á a promessa da Primavera, a beleza de seu Verão, a expectativa do Outono. As estações nos ensinam com sabedoria que não podemos viver num tubo de ensaio, pois a virtude e o pecado são vizinhos bem próximos, não vivem em mundos separados. Ambos coexistem dentro de nosso íntimo. Como já falei em outro post nada somos, ou tudo somos. Quem nada é tudo pode ser. Aceite seu calor veranil, seu sexo

Moral da História: Não permita que a dor de uma estação destrua a alegria de todas as outras.Não julgue a vida apenas por uma estação difícil. Persevere através dos caminhos difíceis, e melhores tempos certamente virão de uma hora para a outra! A vida é um eterno recomeço.

Bjs, André

Sobre André Luiz Dametto

Apaixonado por aprender e criar. Às vezes professor e consultor, outras artista ou flâneur, mas livre, sempre..
Esse post foi publicado em Essência da Vida, Pensamentos, Sei lá e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s